Próximo Workshop de Visã Natural brevemente. Fique atento(a)!

Ajuste o Brilho do Écrã do seu Monitor e Cuide da Saúde dos seus Olhos com esta Aplicação Gratuita


A fadiga ocular é um dos principais problemas de visão devido ao uso excessivo e incorrecto do computador, que a maioria das pessoas, infelizmente, não dá grande importância.

Este mau-estar resulta de largos períodos de tempo sentados em frente ao computador sem tomar as precauções necessárias.

Aqui já coloquei diversas dicas de exercícios de relaxamento como o palming, que nos ajudarão a prevenir sérios problemas num futuro próximo.

Uma das coisas que devemos ter em conta no momento de nos sentarmos em frente ao pc é o brilho que é emitido pelo monitor em relação ao ambiente em que nos encontramos, já que nunca é o mesmo quando utilizamos o computador de dia com a luz natural e à noite com luz artificial, ou apenas com a luz do monitor.

Por isso, gostaria de lhe recomendar uma excelente aplicação gratuita chamada F.Lux que se encarrega de regular automaticamente o brilho do écrã do monitor do pc de acordo com a hora do dia em que estejamos a trabalhar.



A tarefa principal desta ferramenta é ajustar o brilho do écrã para não afectar os nossos olhos, dependendo do lugar e da hora do dia em que nos encontramos. O mesmo deve ser brilhante durante o dia e quente à noite.

Como escrevi, F.Lux é uma aplicação completamente gratuita em língua inglesa (não dispõe de tradução portuguesa) e encontra-se disponível para download tanto para Windows como para Linux, Mac, iPhone e iPad

Se optar por utilizar o F.Lux o mais provável é, no início, achar um pouco estranho o brilho do seu écrã, pois agora está completamente diferente do que estava habituado, mas no espaço de poucas horas a vista acomoda-se à nova iluminação e a pouco e pouco a irritação e o cansaço desaparecerão.

Mas isso não quer dizer que não faça pausas regulares para descansar os olhos. Um óptimo exercício de relaxamento é o palming. Também aconselho o shifting.

Link para descarregar o F.Lux: http://stereopsis.com/flux/